Skip to content

Cálculo FGTS

O cálculo FGTS é realizado para saber o valor que o empregador deverá realizar mensalmente na conta de seu funcionário. O depósito é obrigatoriamente pago pelo empregador.

Para se realizar este cálculo serão necessários alguns dados como o salário bruto bem como do tempo de contribuição. Ou seja, quantos meses esse funcionário trabalhou ou está trabalhando.

Como funciona?

Todo início de mês, a empresa deverá obrigatoriamente depositar um valor que corresponde a 8% do salário desse empregado. Esse depósito deverá ser realizado em uma conta FGTS aberta na Caixa em nome do trabalhador.

Lembrando, que o valor a ser depositado, incide sobre outros benefícios, e não somente sobre o salário. Caso haja trabalho noturno, insalubridade, horas extras, entre outros.

Cálculo FGTS na prática

Para chegarmos a um cálculo FGTS precisamos lembrar que o valor é de 8% sobre o rendimento bruto do trabalhador. Portanto esse valor pode ser acima do salário.

Supondo que um trabalhador está na empresa há 15 meses, e possui um salário bruto de R$1.200,00. Ou seja, sobre esse valor de salário, deverá ser recolhido mensalmente R$ 96,00 (8%). Contando com 15 meses de contribuição, teremos: R$ 96,00 x 15 = R$ 1.440,00.

Agora, criando outra situação, na qual o trabalhador está há 20 meses na empresa, com um salário bruto de R$ 1.500,00. Porém em metade desse tempo, ele recebeu comissões de vendas no valor de R$ 500,00 mensais. Então nosso cálculo ficaria da seguinte forma:

Durante os meses em que recebe apenas o salário o cálculo é: 8% de R$ 1.500,00 = R$ 120,00 * 10 meses = R$ 1.200,00. Agora soma-se a segunda parte, que é o salario mais a comissão, resultando em R$ 2.000,00. Esse valor durou durante 10 meses, por isso teremos: 8% de R$ 2.000,00 = R$ 160,00 * 10 = R$ 1.600,00.

cálculo fgts

Agora que temos as duas partes, com a comissão e sem a comissão, basta somar as duas, sendo assim: R$ 1.200,00 + R$ 1.600,00 = R$ 2.800,00. Esse é o valor que esse trabalhador tem o direito após trabalhar durante 20 meses com um salário de R$ 1.500,00 e recebendo uma comissão de R$ 500,00 durante metade deste tempo.

Parece complicado, mas é bem simples realizar este cálculo. Existem também diversas calculadoras que fazem este cálculo FGTS automático. Porém salientamos que é importante conhecer o processo.

E a multa do FGTS, como calcular?

O cálculo da multa do FGTS é realizado sobre o levantamento de arrecadação do trabalhador durante o emprego. Lembre-se que o cálculo será realizado e incide em 40% sobre o total que foi arrecadado durante o período.

Você aprendeu acima a realizar o cálculo FGTS do período em que se trabalhou, correto? Para se chegar ao valor da multa que a empresa deverá pagar em caso de demissão, basta calcular 40% sobre esse valor.

Portanto, se você chegar ao cálculo de que seu saldo FGTS na empresa que está é de R$ 1.500,00, por exemplo. Sua multa a receber desta empresa será de R$ 600,00. Simples assim!

É importante ressaltar, que esse valor total arrecadado é diferente do saldo total disponível. Pois existem algumas situações que permitem ao beneficiário realizar o saque, como adquirir um imóvel ou financiar.

Por isso deve-se ficar atento ao valor arrecadado e não ao saldo. Após aprender a calcular o valor do FGTS durante seu emprego atual, o cálculo da Multa fica bem simples.

Voltar para FGTS

Cálculo FGTS
.